terça-feira, 18 de dezembro de 2012

Preciso de liberdade!

O homem busca incessantemente ser livre. Preso em seus pecados, busca desesperadamente por uma solução. Porém como não consegue, volta em si desanimado por não ter vencido seu leão interno. O pecado destrói gradativamente, enquanto tentas de todas as maneiras desvencilhar-se do juízo que se aproxima.


Deus porém estende as mãos. Você sabe que Deus existe, mesmo que o negue no dia a dia, ora com atitudes, ora com os lábios. As situações que crescem são um convite para que você venha a desistir mesmo de viver! Quantas vezes os sentimentos negativos invadiram sua alma, dizendo ser o fim, que é a chegada final de sua trajetória?


Porém digo que não é agora. Deus tem um projeto para você!


O pecado de fato leva a morte, que temos visto muitos cultivarem a morte. De diversas formas. Alguns semeiam a fuga pelas drogas e encontram uma overdose, outros o adultério e o fim do casamento. Há quem se masturbe e viva em solidão. Outros desafiam os limites. Porém Jesus hoje deseja vir ao seu encontro e trazer paz a sua alma. Os pecados podem ser perdoados caso haja uma vontade ímpar de abandoná-los - no que reside o verdadeiro arrependimento.

O Diabo cega o homem, submetendo-o a suas
vontades e destruindo sua percepção de erro.
Arrepender-se é uma atitude de revisão conceitual, ideológica - não apenas presa ao significado do lamento, porquanto nos momentos de distração, os conceitos ideológicos antigos retornam e embaçam o sentido do verdadeiro arrependimento. É virada de atitude. Observamos que Zaqueu praticava atos ilícitos, porém determinado dia Jesus passou por um lugar. Zaqueu movido pela necessidade de mudança, subiu em uma árvore afim de vê-lo. O arrependimento precede a uma mudança sincera e uma revisão de conceitos em que o ser, desprovido do seu eu, imediatamente desloca ao pé da cruz a sua vida e reconhece que somente Jesus Cristo pode salvá-lo. O desespero do homem nas horas que sente a dor de estar preso ao pecado e precisando libertar-se, é a realidade do homem quando busca a autosuficiência - avariada em essência, pois faltam pilares vitais. Um deles é a soberana vontade de Deus - que torna a autosuficiência anulada logo em seguida. A segunda é que mesmo que você busque viver longe de Jesus é uma utopia. O homem ultraja a si mesmo quando se distancia de Deus, em que os pecados destroem sua capacidade de decidir. Há uma vespa (Ampulex compressa) que procura uma barata afim de chocar seus ovos. A vespa aplica duas ferroadas. A primeira, paralisa as patas dianteiras da barata para facilitar a segunda, mais precisa, aplicada na região do cérebro para paralisar definitivamente os reflexos da vítima. A barata então, transforma-se numa espécie de zumbi sem vontade própria para, em seguida, a vespa cortar suas antenas e alimentar-se do seu sangue e posteriormente transformá-la em incubadora, onde as larvas devorarão lentamente sua carne. É assim com o pecado - Em primeira instância seu doce engano droga o indivíduo, de forma que fica prostrado perante o pecado. Sem forças, a segunda atitude do opressor é convencê-lo de ausência permanente do perdão de Deus por conta de seus pecados. Enganado, o homem segue seu opressor, que dribla suas decisões. Distante de Deus, o homem está totalmente vulnerável. O Diabo assim faz o que deseja no homem, usando-o como incubadora, onde a semente do pecado - assim que desperta, devora a felicidade, a alegria, a vontade - tornando o homem árido por dentro e sem razão para viver.


Caro amigo, sei que tens sentido dificuldade para debelar suas tramas internas. Sou humano. E digo a você, precisas realmente de Jesus! Sua vida pode mudar hoje, a partir de uma tomada de decisão em que você se compromete a seguir a Cristo. Podes até pensar que és livre por suas escolhas, mas seja sincero consigo mesmo - você é livre apenas pelas decisões que pensas tomar?


Quando o homem anda sem a presença do Senhor, é conduzido pela vontade do pecado. E estando no pecado, deduz que todas as suas vontades descendem de um instinto. Só que o homem foi idealizado segundo a imagem e semelhança de Deus, logo está sobre qualquer instinto - que é em verdade mais um artigo demoníaco afim de igualar o homem a um animal, distanciando-o do sentido que o aproxima de Deus enquanto inspirado em sua forma pelo estereótipo do filho de Deus, ou seja - Jesus Cristo.


Enquanto o homem busca refrigério em seus argumentos para se autoconvencer e a opinão de amigos afim de reconfortar seu emocional com o pecado, sua consciência sofre e sua alma geme. Então chega um momento em que o desespero toma conta da alma. É neste momento que mais ciente que em todas as instâncias de sua vida, percebe o quanto precisa de Jesus.


Amigo, sua vida pode ter experimentado subidas e descidas diversas. Isto é normal. Espiritualmente falando, muitos homens de Deus tem enfrentado "fantasmas" espirituais que os assombram. Velhas memórias, lembranças que num misto de saudade e vontade distorcida, revivem a angústia e o ressentimento. Porém Jesus quer transformar isto neste momento - se deixá-lo agir.


Jesus quer mudar a sua vida e trazer paz. Aceite-o. Aceitar a Jesus é mais que um gesto, é essência. Demonstra sua vontade de entregar sua vida, afim que não mais errante e sem paz prossigas a caminhar. Jesus tem uma grande obra em sua vida! Aceitar a Ele é entregar-se condicionalmente. E podes fazê-lo com uma simples oração:


                                   "Pai, confesso meus pecados neste momento e desejo teu perdão.
                                    Peço a ti que transformes a minha vida, livrando-me da opressão e
                                    me trazendo alegria. Agradeço a ti por ter entregue seu filho na cruz
                                    afim de me trazer a sua salvação. Perdoa meus pecados e escreve o
                                    meu nome no livro da vida. Te agradeço. Amém!









                              Visite uma igreja evangélica e entregue-se a Cristo. Deus te abençoe!

Nenhum comentário:

Postar um comentário