sábado, 30 de janeiro de 2016

Quando perdemos o controle...

Quando se está em um monoposto a correr, e por algum motivo se perder o controle do carro e logo capotando,  o piloto  profissional costuma se encolher no carro, retirando os pés dos pedais, as mãos do volante e deixa o carro se desmontar, até a poeira baixar. 

Sempre gostei de ler revistas especializadas em automóveis e trago este exemplo de como jamais devemos desistir ante as dificuldades. Talvez vocês não lembrem de Mauricio Gugelmin. Pois ele é um dos personagens de meu exemplo.

No GP da França de 1989, Gugelmin em determinado momento sentiu alguém bater em seu carro, e de repente seu carro decolou. Seu carro despedaçava lentamente, enquanto Gugelmin recolhia o corpo, pensando no pior. O mais bacana ocorreu após sair dos destroços e descobrir que estava ileso, entrou no carro reserva para entrar na história do automobilismo mundial como o homem que não desistiu - e bateu um recorde memorável, já que a imagem ao lado por si revela o estrago que ocorreu apenas no sentido material.

Entrando no carro reserva, Gugelmin bateu um recorde de si mesmo. Consta que dos 74 grandes prêmios que disputou, entre 1988 a 1992, realizou a volta mais rápida da corrida - um feito para quem acabara de vencer a morte.

Gosto desta história, e de outras mais. Homens que testaram seus limites, lutavam contra máquinas, escreveram o nome nos pódios, lutavam contra si mesmos, para baterem recordes. Senna foi um deles. Muitas vezes correu na chuva, na Inglaterra, enquanto corria em um campeonato que daria posteriormente uma vaga na F1. Eles tinham foco. Tinham uma direção, acreditavam poder ir além do medo.

E o medo de perdermos o controle e a direção de nossas vidas, vendo tudo perder o sentido quando ficamos de ponta-cabeça, nos deixa amedrontados. Se não tivermos a capacidade de vislumbrarmos possibilidades em momentos de dificuldade, não teremos opção a não ser perdermos uma guerra sem ao menos ter experimentado além de uma batalha.

 "Se te mostrares fraco no dia da angústia, a tua força será pequena". Prov. 24:10

Deus não deseja ver nossa capitulação, nossa perda. Deseja sim, que venhamos a vencer! E para conquistarmos além das aparências e das dificuldades que são apresentadas, devemos ter fé. A mesma - como descrita em Hebreus 11, é a prova das coisas que não se veem, mas fielmente se esperam.

Agora confesse - você considera que, após ter sofrido um acidente brutal como este, terias coragem de entrar novamente num carro de corrida e encarar o medo? Teria coragem de desafiar seus próprios limites?

Da mesma forma convido você a experimentar uma vida de vitórias. O primeiro passo após uma perda é a forma como você vai encará-la; se deixar perder pelo medo ou crer em Cristo e caminhar ao seu encontro por cima das águas.

Vai, você consegue! Jesus acredita em você e pediu que escrevesse este texto para compartilhar sentimentos de alegria e animá-lo, pois ainda há muito para ser conquistado. Grandes guerras possuem heróis e mártires. Cristo foi o mártir supremo, nosso herói ressurreto e convida-o para ser herói de grandes batalhas e vitórias ainda maiores.

Gugelmin escreveu seu nome na história do automobilismo - e Cristo deseja escrever seu nome no livro da vida. 

Entregue sua vida a Ele, e tenha certeza, irá mudar o rumo de sua história.





terça-feira, 26 de janeiro de 2016

Segure nas mãos de Deus e confie!



Se há algo difícil é ter fé hoje em dia. São tantas as decepções que acreditar é um desafio hercúleo. Crer nas autoridades constituídas, nas autoridades religiosas, nos amigos. Os céticos desejam estar seguros em suas descrenças que depositar fé em qualquer um.

Mas Deus é maior que tudo. Você tem desejado coisas boas, porém tem crido pouco. Que tal largar suas certezas incertas e entregar sua vida nas mãos de Deus? Somente Ele pode sustentar sua vida com a segurança de uma rocha, fortalecer seu coração no momento de tristeza e te dar forças quando mais precisas.


Por este motivo estou disponibilizando este vídeo, de coração, para que medites na letra desta bela canção! Tenha em mente que você jamais terá o controle total das situações, pois apenas Deus detém em suas mãos o poder sobre todas as coisas. Saiba porém que Ele te vê neste dia e possui uma vida de vitórias para você!

Sim! Mesmo que você esteja passando pela dificuldade. A carestia é um período de acertos - por vezes leves - e que fortalecem certezas, preparando o ser para a vitória, a conquista. 

Nada disto porém pode ser obtido sem a graça e a bênção de Deus. Entrega o seu caminho ao Senhor, confia Nele e Ele agirá (Sl.37:5)