Mostrando postagens com marcador em busca da felicidade. Mostrar todas as postagens
Mostrando postagens com marcador em busca da felicidade. Mostrar todas as postagens

terça-feira, 25 de junho de 2013

Dez dicas para você conseguir a felicidade total!





Trabalhei durante certo tempo em uma estação de telemarketing. Tempos após ter saído, soube que uma colega havia retirado a sua vida, e meditei nos porquês. Nova, fazendo uma faculdade e com um futuro promissor, estava acima de qualquer suspeita. Nossos colegas em comum ficaram perplexos com a atitude da jovem, que comparecia disposta ao trabalho, bem relacionada com todos e não aparentava estar deprimida ou triste. E cheguei a primeira conclusão - O ser humano tende a sofrer um vazio existencial quando se afasta de Deus. Ele pode ter tudo - materialmente falando. Pode ter posses. Intelecto. Muitas qualidades. Mas o seu ser é um vácuo, inabilitado para sentir a felicidade enquanto no pecado. Isto porque quer seja pobre, quer seja rico, o ser humano sem Cristo é incompleto. Alguns enaltecem a pobreza como uma qualidade, mas quer rico, quer pobre, sem Cristo o homem é miserável, em uma condição abaixo da pobreza física.


Pensei durante muito tempo se realmente somos felizes ou temos lapsos de felicidade. Pesquisei sobre isso. E posso dizer que a felicidade possui graus. Mas a satisfação e preenchimento costumam ser elevados a uma categoria sublime de espírito, um regozijo interior. Caro amigo, somente Cristo pode preencher o que o ser chama de "vazio". O ser humano possui uma lacuna na alma reservada a Deus e este enlevo ocorre quando você entrega sua vida a Jesus. E apostar na vida é entregá-la ao que te deu sem nada pedir em troca!


"Alegrias impostoras" lhe trarão maiores dores de cabeça. É aquela ansiedade que geralmente ocorre quando você vai encontrar um amigo, ou ir a uma festa, ou comprar alguma coisa. Supre momentaneamente sua alma mas não alivia o espírito. Você sente como que quicando na superfície, mas não mergulha. Não sente a profundidade. Pois é! Este tipo de alegria sobrevém e dura enquanto as companhias, as novidades, o que lhe é interessante está a sua disposição. Encerrando o momento de alegria, ela escorre junto. E para combater este sintoma peculiar, lhe apresento Cristo. Afinal seu jugo é suave e seu fardo é leve. E isto porque o jugo - a lida - em si é difícil de resolver só, mas com Cristo do lado, é outra história.


Postergar conhecer a Cristo é como adiar o suicídio em vez de interrompê-lo. Quanto mais afunda no pecado, mais o homem sofre. O pecado é uma condição espiritual que aflige o espírito do homem. A alma - distante de Deus, lateja e clama por socorro. Cristo é o único que pode interromper sua tristeza de uma vez, transformando-o em um ser realizado. Deixe Cristo transformar sua vida, é somente se entregar a ele. Lembre que quanto mais adiar este encontro, vais perder bênçãos sem medida e uma chance de largar a tristeza de uma vez!


Amigos sempre estarão perto em boas ocasiões. Quando as condições ficarem ruins, os poucos te olharão com desdém. Aliás é até uma hora de filtrar os verdadeiros. Acredite, os verdadeiros amigos são poucos. Apenas um não te deixará, mas e você, o ouvirá? Neste momento Ele incentiva você a encontrar-se com ele. Saiba que apenas Ele é o verdadeiro, e sem interesses segundos, terceiros e quartos. O único interesse Dele é encontrar-se contigo novamente!


Paixões podem terminar. Doem. Mas não é um motivo para colocar um ponto final em sua vida. O verdadeiro amor é o de Deus e saiba, Ele tem melhor para você! Já passei por experiências dolorosas. Abandono. Desprezo. E ainda contemplar meu algoz como vítima... Minha mente entrou em parafuso, mas Deus jamais me desamparou e ainda me deu muito mais que imaginei, mais do que podia imaginar! Hoje somente tenho a agradecer por Ele ser meu verdadeiro amor. Jesus me livrou de tantas situações e quando pensei estar no fundo do poço sentimental, lá embaixo algo reluziu. Deus me restituiu além do que podia imaginar, e o que Ele dá supera todas as suas expectativas!  Deus jamais lhe dará algo medíocre ou abaixo disto - se nele crerdes de todo o coração.


Momentos de solidão nos reduzem a monólogos interiores extensos. Neles fazemos uma releitura de nós, nossos erros. E nos sentimos miseráveis e destituídos da misericórdia de Deus. Envergonhados, recusamos a bondade de Deus em detrimento de nossa consciência. Mas ainda que seus pecados sejam na cor viva do escarlate, Jesus te purifica de forma que teus erros são apagados, tornando você alvo como a neve. Não deixe que sua mente lhe condene, pois apenas após a morte segue-se o juízo - e tens o melhor advogado perante Deus - Jesus Cristo!


Há momentos de intensa luta que pensamos em descansar. Parar de lutar. Jogar tudo para o alto e assim, neste abandono consentido, relaxar as preocupações em benefício de alívio. Não desista. E a melhor forma de prosseguir é chamando alguém para te ajudar. Mas e se todos estão ocupados ou longe, ou desinteressados? Jesus Cristo tem interesse em você, por que não prosseguir? Ele abre o mar das dificuldades, como fez com os israelitas no deserto, rumo a promessa de Deus. Ele quer fazer o mesmo contigo hoje. Entregue sua vida a Cristo e Ele te fará descansar em meio a abundância e fartura. Sl. 1:2


Quando pensamos ser o ponto final de tudo, devemos lembrar que Deus tem uma vírgula abaixo deste ponto. Pode ser uma pausa em sua existência, um momento de reflexão. Mas jamais atente contra a sua vida, pois é o maior DOM que Deus te deu. Esta vírgula pode significar uma eternidade de sofrimento. Pois então, escolha a Cristo e viva! Momentos difíceis todos nós vivemos.


E a décima e mais importante - Jesus Cristo é a felicidade perene. Estar completo, preenchido, satisfeito - mesmo em dificuldades e tribulações é uma prova que Deus nos ama. O homem sofre por causa do pecado - que o encaminha para a tristeza, mas quando você o aceita como único e suficiente salvador, sua vida se transforma. Entregue-se a Cristo hoje e desfrute plena paz e felicidade - que somente Cristo proporciona.


E para você meditar, deixo a você esta bela canção. Abre o coração e entregue-se a Cristo!



Deus te abençoe!

Pr. Roque de S. Braga

quinta-feira, 2 de fevereiro de 2012

Em busca da verdadeira felicidade




Os aspectos econômicos são elevados a uma condição de suma importância quando se fala de felicidade. Tal fato é visível quando observamos o destaque dado ao que a pessoa detém dentro da sociedade. Logo quem tem é feliz, quem não tem (bens ou condições sociais elevados) é triste - ou deveria sê-lo.

Mas o ser não é feliz pelo que tem. Pensando por este modo, os milionários o seriam, mas grande parte deles possui uma vida vazia e sem um sentido. É um clichê muito pensado, originou uma série de chavões e ditados, mas a maioria não busca entender o que reside por trás do "ter". O filme "Em busca da felicidade" explora as situações adversas que o Chris Gardner encontra, quando sua família está a dissolver-se  e entre tantas dificuldades a alegria surge quando consegue vencer as dificuldades econômicas. De fato aconteceu na vida real, foi uma vitória e prova de como ele conseguiu, qualquer um que esforçar-se poderá conseguir vencer na vida. Será a felicidade em seu sentido holístico a prosperidade financeira?

É um engano. O mancebo rico quando aproximou-se de Jesus, disse ao mestre - "Guardei todos os mandamentos, medito desde a tenra idade". Era seu mérito. Jesus olhando-o, amou-o. Este amor podemos entender como a compreensão de Cristo sobre a sinceridade do homem em suas palavras. Mas emendou em seu discurso, olho no olho para com aquele jovem - "Falta-te uma coisa..."

Faltava ao homem o desapego as coisas deste mundo e uma vida em que o exercício a caridade pudesse minorar o sofrimento dos mais necessitados. E Cristo indicou para este homem o caminho da felicidade - o desapego das coisas materiais. Mas ele retornou muito entristecido e não seguiu a Jesus, pois tinha muitos bens.

Infelizmente o homem deu as costas para a verdadeira felicidade e retornou para a sua tristeza habitual. A verdadeira felicidade consiste em ter Jesus Cristo - e este homem o rejeitou pelas muitas posses. Por vezes as pessoas rejeitam a Jesus porque não querem abrir mão da posse dos seus pecados, de seus prazeres carnais, de suas vontades. Abrem mão do que é mais precioso e retornam para a tristeza habitual.

Caro amigo, a verdadeira felicidade é ter Cristo. Você tendo-o, seja rico, seja pobre, você terá o maior bem conquistável, um tesouro que não passa de mãos - a convicção de sua salvação e a paz que somente Jesus pode dar - gratuita e inestimável!